Página inicial Solução Financeira!

Seja Bem-vindo!  São joão Del Rei, 04 de julho de 2022.

11/07/2011 - Salários sobem e pressionam inflação para cima
 
As empresas estão tendo de pagar valores cada vez mais altos para contratar novos funcionários, principalmente tirados de concorrentes


A inflação deu uma trégua nos dois últimos meses, puxada pela queda no preço dos alimentos, mas deve voltar a ser pressionada no segundo semestre. Para economistas, o maior sinal de preocupação com os índices de preços vem do mercado de trabalho.

As empresas estão tendo de pagar salários cada vez maiores para contratar novos funcionários, principalmente para tirar pessoal de empresas concorrentes.

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que os salários de contratação na indústria cresceram 12% nos últimos 12 meses. Na média da economia, a alta foi de 10%.

No mesmo período, a inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 6,7% - acima do teto da meta estabelecida pelo governo para 2011, de 6,5%. Para especialistas, o Banco Central (BC) terá dificuldade para impedir que a inflação ultrapasse esse teto.

"Como trazer a inflação para 4,5% (o centro da meta), se os salários estão crescendo 10%, 12%?", questiona o economista José Roberto Mendonça de Barros, sócio da consultoria MB Associados. Para ele, o cenário não é de descontrole, e sim de deterioração das condições econômicas: "Prejudica o crescimento de médio e longo prazo."

Pesa ainda sobre a inflação a pressão que deve ser exercida pelos reajustes salariais das grandes categorias que querem negociar aumentos reais.

O crescimento da massa real de salários é bom para o consumidor e excelente para as vendas. No entanto, representa um aumento de custos para as empresas. "O problema é que elas estão mudando a forma de fazer preços", afirma o consultor. Até um ano e meio atrás, segundo ele, a tabela de preços era instrumento de competição das companhias. "Hoje, elas simplesmente repassam os aumentos para os preços." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


 

 

Voltar a página anterior!
 

 
 
Aqui você tem a melhor e mais segura opção de empréstimo consignado, com as melhores taxas de juros do mercado, em até 84x para aposentado e pensionista INSS e em 96x para funcionários Públicos Estaduais e Federais.

Parcelas que cabem no seu bolso. Tudo muito prático e o valor é descontado na sua folha de pagamento.

Débito em conta para quem está sem margem.

Proteção Automotiva pela ASCOBOM e rastreador veicular, taxa e atendimento especial para filiados ASCOBOM.

Agende horários com a comodidade que você merece. Se precisar, vamos até você e resolvemos tudo.

Sem consulta ao SPC ou Serasa.

Trabalhamos com os bancos BMG, Bradesco C6 (Ficsa), Itau, Pan, Olé Santander, Mercantil, Safra.

 

COTAÇÃO DO DÓLAR

Dólar Comercial
Dólar Hoje

CADASTRE-SE

ACOMPANHAMENTO DA SITUAÇÃO

  Parceiros
 

- -
Telefones: 32-98849-3676 / 32-99940-0104 /32-99999-1829 /32 98895-0566 /32-3372-3676 Email: CINTIA_ALMEIDA1@HOTMAIL.COM /BIELSPINOLA2016@GMAIL.COM
 

Comunicado

A Solução não pede dinheiro adiantado e nem pós contratação, para liberação de crédito. Isso é golpe. Qualquer contato nesse sentido sob o nome da Solução é falso. Denuncie. Em caso de dúvidas, fale conosco pelo e-mail cintia_almeida1@hotmail.com ou telefone (32) 3372-3676. De segunda a sexta das 8 às 18 horas e Sábados de 9 as 13. Exceto feriados.
A Solução não é uma instituição financeira: atuamos como correspondente bancário prestando serviços de intermediação e atendimento aos clientes e usuários de instituições financeiras. A atividade de correspondente bancário é uma regulada pelo Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº 3.954, de fevereiro de 2011. As taxas de juros e prazos praticados nos empréstimos observam as determinações de cada convênio, assim como a política da instituição financeira escolhida no ato da contratação. Você será informado das taxas e prazos antes de concluir a contratação do seu empréstimo. Para obter informações adicionais relativas às taxas de juros e prazos, observe a descrição presente na página de cada produto. Caso tenha maiores dúvidas, consulte-nos.